Transposição de servidores gera economia de R$ 1,7 mi para o governo

A folha de pagamento do Governo do Estado do Amapá teve uma redução de R$ 1.772.889,46, em dezembro de 2016. O valor é referente à remuneração dos 338 servidores do Estado já transpostos para o quadro de pessoal da União.

De acordo com a gerente de Recursos Humanos do Ex-território do Amapá, Ilana Vilhena, mais 51 nomes foram publicados na última portaria, e estão na fase de enquadramento – momento em que a Superintendência de Administração do Ministério do Planejamento define o cargo que o servidor vai exercer no governo federal.

Dos processos que já foram analisados e deferidos, 1.741 aguardam publicação em ata. A expectativa da Secretaria de Estado da Administração (Sead) é de que até 2018, 4 mil funcionários públicos, que foram admitidos pelo Estado do Amapá entre outubro de 1988 e outubro de 1993, passem para o quadro da União.

“Não é possível prever a economia até o fim da transposição, porque cada funcionário tem um salário diferente. Mas para o Estado, qualquer valor ajuda, e os recursos economizados poderão ir para políticas públicas e até mesmo para contratação de novos servidores através de concursos”, explicou Ilana Vilhena.

 

Compartilhar