Capi e Waldez: 24 anos entre tapas e beijos

A vida é arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida, dizia o poeta e diplomata Vinícius de Moraes. Com o senador João Capiberibe (PDT) e o governador Waldez Góes (PDT) tem sido assim. Esse ano eles vão duelar na eleição para o governo do Amapá, mas essa não será primeira disputa entre Capiberibe e Góes. Os dois já se enfrentaram e também já foram aliados em outros pleitos, como na foto que ilustra esse texto. Entre idas e vindas, já são 24 anos de uma relação de amor e ódio.

O primeiro encontro aconteceu no ano de 1994 quando Waldez se reelegeu deputado estadual e no ano seguinte virou líder do governo de Capiberibe, na Assembleia Legislativa. Em 1996 Waldez foi candidato a prefeito de Macapá com apoio de Capiberibe. Os dois foram derrotados por Aníbal Barcelos, que concorria a reeleição. A derrota abalou a relação.

Em 1998 Capi e Waldez se separaram e tiveram o primeiro embate na eleição para o governo. Capi venceu. Em 2002, na reta final da eleição para o governo, houve nova aproximação. O PSB não declarou publicamente a época e nega até hoje, mas ajudou Waldez a derrotar a então governadora Dalva Figueiredo, que concorria à reeleição. O amor não durou muito, no entanto.

Quatro anos depois, em 2006, lá estavam Capi e Waldez em lados diferentes do ringue eleitoral disputando o governo. Waldez venceu no primeiro turno. O último enfrentamento foi em 2010, quando os dois concorriam ao Senado. Waldez liderava as pesquisas, mas acabou tragado pela operação Mãos Limpas e Capiberibe se elegeu o segundo mais votado.

Na soma de tudo, como aliados, Waldez e Capiberibe perderam uma eleição (1996) e venceram outra (2002). Já como adversários, o placar registra a vantagem de 2 a 1 para Capi. Esse ano, se o senador Davi Alcolumbre (DEM) não estragar a festa, Capi e Waldez podem protagonizar o último duelo, alterando o placar para 3 a 1 ou 2 a 2. A sorte está lançada.

Trajetória

João Alberto Capiberibe estreou como candidato em 1982, mas não conseguiu se eleger deputado federal. Em 1988 venceu a eleição para prefeito de Macapá. Em 1994 foi eleito governador, reelegendo-se em 1998. Ano de 2002 elegeu-se senador. Quatro anos depois, concorreu ao governo, mas foi derrotado por Waldez. Em 2010 se reelegeu como senador e agora é pré-candidato ao governo.

Antônio Waldez Góes foi eleito deputado estadual em 1990, reelegeu-se em 1994. Concorreu a prefeito em 96, mas perdeu para Aníbal Barcelos. Em 98 disputou o governo e foi derrotado por Capiberibe. Venceu a eleição para o governo em 2002, reelegeu-se em 2006, concorreu ao Senado em 2010, mas não se elegeu. Em 2014 disputou e ganhou o terceiro mandato de governador.

A foto

O click é de 1994. A autoria é de Daniel Martins. Entre outros estão Waldez Góes, Bala Rocha, Janete Capiberibe, João Capiberibe, Vagner Gomes, Hildegardo Alencar e Papaléo Paes (da esquerda para a direita).

 

Compartilhar