“Agora é voltar para minha delegacia e tocar a vida”, diz Ericláudio

O deputado estadual Ericláudio Alencar (PDT) teve apenas 3.357 dos 5.616 votos que o elegeram em 2014 e não conseguiu renovar o mandato em 2018. Ele diz que foi duramente atacado pela passagem que teve na secretaria de segurança do estado e que isso foi determinante para a derrota dele nas urnas.

“Não consegui desfazer a enxurrada de informações falsas a respeito da pasta. Como sou político e representava o governo e um projeto político sofri os revezes”, desabafa.

Em 2016, Ericláudio chegou a ser cotado para disputar a prefeitura de Macapá e parece que a ideia ainda o seduz. “Se surgir essa possibilidade, estou dentro. Quem sabe não é isso que Deus aponta. Um passo atrás, para dois na frente” diz esperançoso.

No entanto, até lá, Alencar deve se dedicar ao que fazia antes de entrar para a política. “Agora é voltar para minha delegacia e tocar a vida”, resume.

Compartilhar