Bancada do Amapá define prioridades para emendas coletivas

O presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (Democratas- AP), se reuniu, nesta quinta-feira (14), com a bancada do Amapá, na residência oficial, para definir as obras prioritárias para o desenvolvimento econômico e social do estado. A ideia é apresentar um conjunto de propostas para a população amapaense.

 

“Vamos apresentar uma Carta de Brasília para o Desenvolvimento do Amapá, assinada pelos três senadores, em conjunto com os oito deputados federais, com as prioridades para a atividade parlamentar”, explicou.

 

De acordo com Davi, entre as pautas levantadas está a conclusão da BR156, uma obra importante para o estado que teve início há 70 anos e que até hoje não foi finalizada.

 

“Nós temos ainda como prioridade a conclusão do Hospital Universitário, que é uma conquista da bancada do Amapá. Essa é a maior obra de saúde da região Norte do país, orçada em R$ 200 milhões. Trata-se de um hospital com 300 leitos que vai modernizar a saúde pública depois de 50 anos”, disse.

 

 Ao todo, a bancada escolheu 16 obras e projetos como prioridades. Veja a lista:

 

  1. Pavimentação da BR-156 (Trechos Norte e Sul).

 

  1. Conclusão das obras e aquisição de equipamentos para o Hospital Universitário.

 

  1. Conclusão da Via Norte Sul.

 

  1. Elaboração dos estudos e projetos para a pavimentação da BR-210 (Perimetral Norte) no trecho entre os municípios de Porto Grande e Serra do Navio.

 

  1. Garantir a transposição para os quadros da União a todos os servidores contemplados pelas Emendas Constitucionais 79 e 98.

 

  1. Aprovação das normas de aperfeiçoamento da Zona Franca Verde de Macapá e Santana (origem da matéria-prima, restrição a minérios e cosméticos), bem como promover a atração de investidores para aproveitamento dos benefícios fiscais

 

  1. Construção do Centro de Convenções.

 

  1. Construção do Terminal Hidroviário de Santana

 

  1. Modernização e ampliação das instalações do Porto de Santana

 

  1. Construção do novo Hospital de Emergências, que poderá ser de competência Federal, estadual ou Municipal.

 

  1. Apoiar a infraestrutura dos municípios, notadamente no saneamento básico e urbanização.

 

  1. Avançar na consolidação dos acordos transfronteiriços entre Brasil e França.

 

  1. Apoio à ampliação e estruturação dos campos do IFAP no Amapá.
  2. Apoiar a expansão e modernização das escolas Estaduais, Municipais e Universidade Estadual do Amapá, especialmente para a construção do novo Campus, bem como a UNIFAP.

 

  1. Conclusão da ponte sobre o rio Jari.

 

  1. Reforçar o Programa Minha Casa Minha Vida para novas habitações no Estado do Amapá.

 

Compartilhar