Congresso não é omisso sobre criminalização da homofobia, diz Davi

Por oito votos a três, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou na última quinta-feira  (12) que agressões contra a comunidade LGBTI, que abrange lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e travestis, sejam enquadradas como crime de racismo até que uma norma específica seja aprovada pelo Congresso. Em comunicado oficial, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, negou que o Congresso Nacional tenha se omitido em legislar sobre o assunto. Saiba mais (https://bit.ly/31FuQCY)

Compartilhar