MP pode pedir prisão de 3 deputados envolvidos em fraudes na Assembleia

É grande o clima de tensão entre os deputados estaduais do Amapá. Tudo por conta dos depoimentos prestados pelos servidores e empresários presos na Operação Acrópole, deflagrada pelo Ministério Público do Amapá, na última terça-feira, 13.

Mesmo sem ter feito acordo de delação premiada, os presos teriam contado tudo o que sabem do esquema que desviou mais de 12 milhões dos cofres da Assembleia Legislativa. O mais bombástico dos depoimentos, até agora, teria sido do empresário João Paulo Dias Bentes Monteiro.

Nesta quinta-feira, 15, é a vez do empresário Frank Góes depor.

Nos bastidores da investigação, o que se comenta é de que o MP já teria elementos suficientes para pedir a prisão de três deputados estaduais, envolvidos até o pescoço com as fraudes.

 

 

Compartilhar