Lucas diz que aliança com PDT só depende de Waldez

Os apoios políticos para as eleições majoritárias de 2018 ainda são muito incertos. Que diga o pré-candidato ao senado pelo PTB Lucas Barreto, de 54 anos. Ele ainda aguarda o momento da convenção para confirmar o apoio de do governador Waldez Góes (PDT).

“Nós (PTB e PDT) temos uma aliança política, que na convenção deverá se tornar uma aliança eleitoral. Mas depende dele (Waldez Góes). Se ele vai levar esse compromisso e confirmar isso mais a frente saberemos”, disse Lucas Barreto.

Esta é a terceira eleição majoritária do pré-candidato que já foi deputado estadual por quatro mandatos, candidato ao governo em 2010 e 2014. além dos aliados do PDT, Lucas espera ainda o apoio de outras lideranças como o senador Randolfe Rodrigues (Rede), apoiado por Barreto na ultima eleição para o Senado.

“Não vou cobrar apoio nenhum dele. Acredito que já tenho a preferência e eles sabem o que a gente fez por ele e o acordo que tínhamos”, declara.

Lucas que prefere fazer política de boa vizinhança, não quer se posicionar sobre a disputa da vaga ao senado no MDB entre Fátima Pelaes e Gilvam Borges. Ao ser perguntado sobre o assunto, ele lava às mãos.

“Não tenho preferência. Eu até falo que essa disputa é um problema deles, eu penso o seguinte, os dois são meus amigos, tem o meu respeito e tem o direito e condição de disputar. O que a executiva nacional decidir eu acato”, finaliza.

Compartilhar