Capi sinaliza queda, Waldez sobe 6% e amplia chance de vitória

A comparação entre as duas últimas pesquisas do Ibope para o governo do Amapá mostra que Waldez Góes (PDT) está em pleno crescimento, enquanto João Capiberibe (PSB) dá sinais de queda.

Na última pesquisa do primeiro turno, a projeção era de 49% para Capiberibe e 37% para Waldez. Já na primeira pesquisa do segundo turno, Capiberibe oscilou negativamente de para 47% e Waldez saltou para 43, num crescimento de 6%.

Além de receber votos dos eleitores que votaram em candidatos que não passaram para o segundo turno, Waldez também avançou entre os eleitores que declararam voto nulo ou branco. Antes o percentual era de 12% e agora é de 8%. Indecisos continuaram em 2%.

O ibope ainda divulgou o percentual de eleitores que declaram que ainda podem mudar o voto. Mas considerando que os dois candidatos estão tecnicamente empatados, que Waldez tem recebido o apoio da maioria das lideranças eleitas ou com mandato e por isso cresce de maneira expressiva, enquanto Capiberibe está estagnado e que ainda faltam 6 dias para a eleição, e se a tendência de crescimento de Waldez  se confirmar é possível que ele tome a dianteira e vença a eleição.

Também é necessário considerar que o Ibope errou o percentual de Waldez no primeiro turno. O instituto apontava 26%, mas o candidato teve 33% dos votos válidos. Da mesma forma que, provavelmente, Waldez estava na frente no primeiro turno, é possível que esteja liderando neste momento da eleição, o que o deixa ainda mais perto da vitória.

 

Compartilhar