“É de uma irresponsabilidade enorme” diz Randolfe sobre aumento para ministros

Minutos antes da votação do projeto de lei que propõe o aumento de 16% nos salários dos ministros do STF e PGR, o senador Randolfe Rodruiges (REDE), em pronunciamento, não poupou críticas aos colegas que pretendiam votar a favor da medida em pauta. Para Randolfe, o projeto contraria o momento econômico e social do Brasil.

“Não votei no presidente eleito, não há dúvida da minha situação em relação ao próximo governo, mas é de uma irresponsabilidade enorme fazermos isso, não com o presidente eleito, mas com o Brasil”, ponderou Randolfe em discurso no Plenário.

A proposta já havia sido aprovada na Câmara e estava parada no Senado desde 2016, uma vez efetivada, eleva os salários mensais dos ministros de R$ 33 mil para R$ 39 mil. Os salários dos ministros do STF servem de baliza para várias carreiras do setor público, segundo especialistas do Senado, o valor anual da reforma pode chegar aos R$ 5,3 bilhões.

Compartilhar