PSB foi o grupo político que mais enfraqueceu em 2018

Dos três grandes grupos políticos do Amapá (PDT, PSB e REDE/DEM), o partido da família Capiberibe foi o que mais enfraqueceu nas eleições deste ano. Mesmo elegendo Camilo deputado federal e Cristina Almeida estadual, o saldo é negativo porque João e Janete Capiberibe, as duas maiores lideranças do partido, foram derrotados e ficaram sem mandato.

Além disso, esse ano o PSB acumulou a quarta derrota consecutiva nas principais eleições para o executivo que disputou: 2012 com Cristina Almeida, 2014 com Camilo, 2016 com Ruy Smith e 2018 com Capiberibe.

Com Camilo, principal liderança com mandato, ateando fogo no parquinho da oposição, o partido pode se isolar e se enfraquecer ainda mais na eleição de 2020.

Compartilhar