Aline Gurgel é investigada por compra de votos

Nessa quinta-feira, a Polícia Federal deflagrou a operação Cícero, que investiga um esquema de compra de votos nas eleições de Outubro, os alvos foram as residências das deputadas eleitas Aline Gurgel(PRB) e Aldilene Souza(PPL) e de seus assessores.

A PF apreendeu celulares e documentos de campanha. A suspeita é que doações de botijões de gás, medicamentos e alimentos tenham acontecido. Aldilene prestou depoimento na PF pela manhã, Aline Gurgel não foi encontrada pois está em agenda do PRB, seu partido, em Brasília. As duas foram parceiras na reta final da campanha, Aldilene foi uma das apadrinhadas por Aline no período eleitoral.

Compartilhar