Pacientes do HE podem ficar sem alimentação a partir do dia 12

A alimentação para acompanhantes e plantonistas foi suspensa no Hospital de Emergências, a empresa fornecedora suspendeu os serviços alegando atraso nos repasses do GEA. Para os pacientes, o fornecimento continua até quarta-feira, 12, caso o GEA não efetue o pagamento, o fornecimento pode ser interrompido.

Além do HE, o Hospital da Criança e do Adolescente também foi afetado pela situação, até mesmo o SAMU. Em ofício, a empresa diz que retornará com os serviços quando os repasses forem normalizados. A Sesa, em nota, diz que cumpre os prazos previstos em lei e que está fazendo o possível para resolver a situação.

Compartilhar