Senador quer fiscalização de barragens para evitar tragédia no Amapá

O senador Randolfe Rodrigues está em Minas Gerais acompanhando o trabalho de assistência às vítimas do desabamento da barragem de Brumadinho. Para Randolfe, a tragédia na cidade mineira deve servir de alerta para o Amapá, que tem pelo menos 5 barragens em projetos de mineração e hidreelétricas.

“O que aconteceu em Brumadinho poderia ser no Amapá. Poderia ser na arena de rejeitos da Anglo/Zamin em Serra do Navio, nas hidreelétricas que foram construídas em Ferreira Gomes e no Jari ou no Lourenço. É urgente a investigação e fiscalização, porque são mais 700 barragens em todo o Brasil e o que ocorreu aqui pode acontecer em qualquer lugar, em especial no Amapá”.

Esta semana o senador vai cobrar no Senado, a aprovação de um projeto de autoria dele que transforma o crimes ambientais como o de Brumadinho, como crime hediondo e ainda a instalação de uma CPI para investigar as atividades das mineradoras em todo o Brasil.

Compartilhar