Bala aposta em segundo voto de Randolfe para se eleger senador

O ex-senador Sebastião Bala Rocha (PSDB) oficializou pré- candidatura ao Senado, na eleição deste ano, no último sábado, 9. Bala faz dobradinha com Randolfe Rodrigues e espera receber o segundo do eleitor que vota no senador  da REDE.  Para Rocha, Randolfe é favorito e a parceria o deixa mais forte na disputa.  “Há entendimento geral de que o senador Randolfe transfere votos para os candidatos que ele apóia. Então esse segundo voto que vai vir do eleitor do Randolfe vai ser fundamental para eu me tornar muito mais competitivo”, avalia.

Mas a estratégia de Bala não está centrada apenas nos votos “casados” com Randolfe. Ele também está trabalhando para ser a primeira opção de grupos, onde tem influência e prestígio. “Tem vários seguimentos que eu atuo como na área da saúde, no município de Santana, onde nas duas eleições para o senado em 1994 e 2002, eu tive mais da metade dos votos dos eleitores. Então eu também vou disputar o primeiro voto para valer. E também vou cruzar votos com outros candidatos porque me dou muito bem com todos”, afirma.

Mesmo com apoio já declarado ao senador Davi Alcolumbre, Bala diz que é cedo para fazer qualquer previsão sobre a eleição para o governo do Amapá. Já quanto à eleição presidencial, o sentimento é de pessimismo. Para Bala, Lula não será candidato e Bolsonaro é nome mais forte da disputa. “Vejo o Bolsonaro com chance, embora a gente pense que haverá, no segundo turno uma união dos outros candidatos contra ele, mas se ele passar para o segundo turno e conseguir amealhar apoio no primeiro turno ele se torna bem competitivo. Não sou eleitor do Bolsonaro, mas vejo que o eleitor está escolhendo ele, por causa desse perfil mais agressivo e mais consistente, mais positivo nas suas afirmações”, diz.

Sebastão Bala Rocha é médico ginecologista e já foi deputado estadual, senador e deputado federal pelo Amapá.

Compartilhar