Se o Ibope estiver certo, eleição vai ser “voto a voto”

De acordo com a pesquisa do Ibope, divulgada nesta sexta-feira, 26, João Capiberibe está numericamente a frente de Waldez Góes, mas considerando a margem de erro de 3%, os dois estão tecnicamente empatados. Se o instituto estiver certo, a disputa pelo governo deve ser muito acirrada, afinal, PDT X PSB é um duelo entre as duas maiores forças políticas do Amapá.

As pesquisas não são exatas, elas tentam se aproximar do que pode acontecer. Por isso tem margem de erro. Assim, Capiberibe pode ter entre 51 e 45 pontos, já Waldez pode ter entre 45 e 39 pontos percentuais.

Ainda que haja vantagem numérica para Capiberibe, é cedo para comemorar. O Ibope passou muito longe da votação de Waldez no primeiro turno. A última pesquisa dava Capiberibe com 33, Waldez e Davi empatados com 24. O resultado, no entanto, foi Waldez em primeiro lugar com 33,55%, Capiberibe em segundo com 30,10% e Davi em terceiro com 23,75%.

O desempenho dos candidatos nos debates de rádio e TV divide opiniões, mas é inegável que as adesões de Waldez neste segundo turno são mais significativas. A maioria das lideranças eleitas e com mandato declararam apoio ao candidato do PDT e esse é um dado nada desprezível. Na eleição de 2010, por exemplo, Camilo terminou o primeiro turno atrás de Lucas, mas venceu a eleição com ajuda de um amplo arco de aliados que incluía nomes como Moisés Souza e Edinho Duarte, entre outros.

É óbvio que os eleitores, simpatizantes e militantes de Capiberibe devem ficar eufóricos, esperançosos e até acharem que já ganharam, mesmo antes da votação, mas é preciso esperar. Na eleição do ano 2000, Papaléo Paes já comemorava a vitória para prefeito de Macapá, mas foi surpreendido pelas famosas urnas do Bailique. Canja de galinha e um pouco de cautela, não fazem mal a ninguém.

 

 

 

Compartilhar